Meu desejo

2 ago

Cerro os olhos
fito ao longe e vejo
alguém.
Não sei porém,
se vai,
ou se vem.
Onde começa
ou termina.
Percebo apenas quem
parece que tem
meu coração nas mãos
e vento nos pés,
aos poucos indo,
entre as nuvens de verão
rindo, rindo.
Ainda fito e vejo
aquela que tanto quero
meu amor, meu desejo.
Num relampejo de luz
por cima da cidade
o clarão vai sumindo
me deixando apenas
saudade.

 

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: